Fit: Jejum Intermitente funciona?

por

Sei que estou sumida do blog, mas quando a faculdade aperta, não me sobra tempo algum 🙁

Porém hoje venho com um post com um tema super comentado na atualidade, o Jejum Intermitente. 

Jejum

Atualmente, um novo estilo de alimentação vem atraindo os curiosos fitness de plantão. O jejum intermitente alterna períodos de jejum com períodos de alimentação. Muitos acreditam que esse estilo não se trata de dieta, pois não é definido quais alimentos você deve comer, mas sim de quando você deve comer.

O que é o Jejum Intermitente?

Todo mundo sabe que o jejum é algo comum na história dos seres humanos.  Há muito tempo atrás, as pessoas não tinham abundância e a facilidade de ter alimentos, como hoje em dia. E por isso o jejum, já era comum no dia a dia. 

Habitualmente as pessoas passavam por períodos com pouquíssima ou nenhuma comida, e o nosso corpo sempre foi capaz de funcionar sem alimentos por longos períodos de tempo!

jejum-intermitente-resultados-funciona-emagrece-jejum-seca-barriga-gordura-localizada-jejum

Bom, o jejum intermitente consiste em limitar a ingestão de alimentos a um período de 12 a 23 horas do dia. Esse período de alimentação é chamado de janela alimentar!

O método está cada vez mais popular no Brasil e no mundo por realmente mostrar resultados e por ser tão prático de seguir.

Mas vale lembrar que, o jejum não faz milagres sozinho. Para ter bons resultados é necessário comer a quantidade e os alimentos certos! 😉

Sem os alimentos corretos antes e depois de fazer o jejum, a sua fome ficará insuportável. Então preste bem atenção no que você come. O horário é a menor das preocupações!

salmon-dish-food-meal-46239 (1)


Benefícios do Jejum Intermitente?

 

  • Hormônio do Crescimento (HGH):

Durante o jejum, existem picos de hormônio do crescimento, que chega a ficar 5 vezes maiores do que antes. Isso ajuda na queima de gordura e no ganho de massa muscular.

  • Insulina:

Também há um pico enorme de insulina no sangue, que caem drasticamente. E quando os níveis de insulina estão baixos no corpo e abre o acesso para outros hormônios, como glucagon, cortisol e adrenalina. Mais gordura armazenada fica disponível para ser queimada! Uhul 

Ah, esse processo de queima de gordura ocorre sem a perda da massa muscular, o que é mega importante!

  • Reparos Celulares:

Os reparos celulares também são um dos melhores benefícios do jejum, como a autofagia, onde as células digerem e removem proteínas velhas e disfuncionais de dentro delas. Essas proteínas velhas podem levar ao surgimento de câncer.

malhar-em-casa

Além de: acelerar o metabolismo, regular a pressão arterial, melhora a concentração, diminui os sintomas de depressão e ansiedade.


Quanto tempo devo fazer o jejum?

Muitos ainda temem jejuar, com medo de passar mal, fica tonto ou com franquesa. Mas essa técnica é na verdade bastante natural para o nosso organismo, já que nós já fazemos jejum durante o sono.

Segundo especialistas, para o jejum começar a fazer efeito e a trazer benefícios e é preciso ficar mais de 12 horas sem comer.

food-salad-healthy-lunch (1)

E você pode fazer isso pulando o café da manhã, assim facilita um pouco, pois você já vai ter ficado mais ou menos 8 horas sem comer, durante o seu sono. Por exemplo:

  • Sua última refeição é as 20:00 horas.
  • Fica em jejum até as 08:00 horas do outro dia.

Sabe quando você vai fazer exame de sangue e não pode comer nada? É a mesma coisa!

Muitas pessoas fazem o jejum de 16 horas, então seu horário seria da seguinte forma:

  • Sua última refeição é as 20:00 horas.
  • Fica em jejum até as 12:00 horas do outro dia.

Nenhum alimento é permitido durante o período de jejum, mas você pode beber muita água, café, chás. Mas nada de colocar açúcar ou adoçante, viu?!


Resultados

Se o objetivo de jejuar for emagrecer, é muito importante ter uma alimentação saudável no restante no dia. Se você enfiar o pé na jaca, comer todas aquelas porcarias ao longo do dia, não vai adiantar simplesmente nada ficar horas sem comer.

“É necessário excluir da dieta alimentos processados, refinados, açúcares e as gorduras ruins, como óleos vegetais de milho, canola e soja, encontrados na margarina, por exemplo.” Polesso.

Em alguns casos, os nutricionistas aconselham mudar a sua alimentação antes de fazer o jejum intermitente. Há muitas pessoas que se alimentam de maneira incorreta há muito tempo e, quando começam a jejuar, se sentem fracas, cansadas, com fome e acabam comendo durante o método.

14722954_198323593979092_1329711751603683328_n

Mas a culpa, nesses casos, é da má alimentação. Antes do jejum ou ao mesmo tempo, é preciso adotar hábitos saudáveis. Assim será mais fácil de o cumprir! 🙂

E ai gente, alguém já faz esse tipo de jejum? Se sim, me conta nos comentários!

Beijos, Nina.

Gostou do post? Inscreva-se!


O que achou do post? Deixe um comentário aqui embaixo!