Beauty: Para que serve cada tipo de peeling?

por

peeling-qual-fazer

Todos nós conhecemos o famoso peeling, não é mesmo? Mas hoje em dia existia tantos no mercado, que eu fiquei sem saber qual era o ideal para a mina própria pele.

Com isso, vim contar para vocês um pouquinho sobre cada um dos peelings! Bora lá! 🙂

fto

Afinal, o que é o peeling?

Um peeling é um processo onde há a remoção das camadas mais superficiais da pele, seja com o uso de um produto químico ou laser.

O produto usado ou o laser,consegue destruir a epiderme, levando a esfoliação e remoção de lesões superficiais, como cicatriz de acne ou manchinhas.

Após isso, se seguida forma um novo tecido dérmico e epidérmico.


Para que o peeling é indicado?

Ao remover uma camada da pele, o peeling a obriga a se renovar, além de haver uma enorme estimulação da produção de colágeno, substância que dá firmeza à pele.

Dessa forma, os peelings são indicados para tratamentos de rejuvenescimento, manchas na pele de espinha ou de melasma, cicatrizes de acne, flacidez, entre outros problemas…


Quais os tipos de peelings?

Existem formas diferentes de classificar a intensidade do peeling. A primeira é através de sua profundidade dele e a segunda forma é através do tipo de material usado para agredir a sua pele.

peeling-qual-fazer-1

Profundidade do peeling:

Peeling superficial

Esse peeling é feito geralmente com ácidos, como por exemplo, o ácido hialurônico, ácido glicólico de baixa concentração, compostos com tricloroacéticos, retinaldeídos, salicílicos.

E também com o uso de alguns aparelhos, como o ultrassom estético, jatos de cloridróxido de alumínio, ponteiras especiais com propriedades esfoliantes.

O objetivo desse tipo de peeling é retirar a camada mais superficial da pele, estimulando apenas a formação do colágeno na pele.

peeling-qual-fazer-1Benefícios

O peeling superficial melhora o aspecto, elasticidade e hidratação da pele. Também ajuda a clarear levemente o tom da pele, com a frequência correta, também pode auxiliar na melhora das rugas superficiais.

Peeling Médio

Já o peeling de intensidade média destrói e esfolia a epiderme quase por inteira, além da camada chamada córnea. É ideal para quem tem rugas acentuadas, acne e manchas bem aparentes.

peeling-qualBenefícios

Tenta-se com esta técnica de rej de um a cinco anos da pele, mas o resultado vai depender do preparo prévio da pele e da indicação. Os resultados dependem muito da técnica escolhida.

Peeling Profundo

O peeling que agride mais a camada da pele, um dos recursos mais usados nessa categoria é o peeling de fenol.

Essa categoria de peeling remove as camadas de pele até o nível interno, sendo recomendado para casos de pele danificada pelo sol e de cicatrizes  profundas, como as de acne ou acidentes.

Peeling-Benefícios

Apesar desse peeling ser bem invasivo, após a recuperação da pele, você tem uma completamente nova. Sem manchas e muitas vezes sem aquela cicatriz que você tanto odiava!


Quais os tipos de processos usados no peeling?

No peeling, além da intensidade, também existe os tipos de processos que são usados em sua pele.

A maior diferença entre os peelings é que, o tipo físico retira mecanicamente/manualmente as celulas mortas da sua pele. Já o peeling químico depende da reação dos produtos químicos usados para isso.

Peeling mecânico ou laser!

O peeling físico, é feita uma esfoliação na pele, causando uma dermoabrasão da cútis. Entre eles, o peeling de cristal, peeling de diamante e microdermoabrasão são considerados físicos.

Microdermoabrasao

Peeling de cristal: Ele promove uma microdermoabrasão na pele através dos cristais finíssimos de hidróxido de alumínio. Assim, reduz poros, remove as células mortas e estimula a produção de colágeno.

Peeling de diamante: Renova as células, devolver a elasticidade da mesma, clarear as manchas e amenizar as rugas. Além de controlar a oleosidade e ajuda na prevenção e no tratamento de acnes.

Peeling químico!

É o peeling feito com o uso de ácidos para agredir a pele e descama-la. Os ácidos mais usados são: ácido hialurônico, ácido glicólico, ácido retinóico, entre outros.

peeling-qual-fazer-3

Peeling vegetal!

Não muito conhecido, ele também é chamado de gomagem. Se trata de um método vegetal e natural de descamar a pele, mas tem performance limitada, sendo um peeling extremamente superficial. Ou seja, para aquelas peles com poucas manchas.

maxresdefault

Benefícios

Hidrata e regenera a pele, remove as impurezas e as células mortas da camada mais superficial a pele, retomando o brilho e a textura da pele do rosto.


Qual é a melhor época para fazer peeling?

Com certeza no inverno! Nessa época do ano, estamos menos expostos ao sol, evitando assim ter contato diretamente com ele ou ficar com a pele bronzeada.
Quando estamos com a pele bronzeada, o nível de segurança do procedimento aumenta drasticamente em alguns casos.

Espero que gostem!

Beijos,

Nina.

Gostou do post? Inscreva-se!


O que achou do post? Deixe um comentário aqui embaixo!